A armadura de plástico: entenda porque o policarbonato é tão resistente!

Uma das dúvidas mais recorrentes em relação ao policarbonato é sobre sua resistência: sol, chuva, granizo, chamas? Existe proteção UV? Se sim, o que faz dele tão superior em relação a alguns outros materiais comumente usados para as mesmas finalidades? 

Vamos descobrir? 

Para que você realmente compreenda a resposta dessas perguntas, é preciso conhecer a composição deste material:

O policarbonato consiste em ácido carbônico e poliéster linear e é formado a partir de bisfenol e fosgênio. O ponto é que, são adicionadas pequenas quantidades de fenóis poli-hídricos a essa mistura. Esses elementos são os responsáveis pela resistência do policarbonato às propriedades, como fusão e chamas.

Respondendo de forma direta: sim, o policarbonato é resistente a todos os fatores citados no primeiro parágrafo, incluindo calor, chuva de gelo e outros tipos de impacto. Na realidade, ele contém propriedades que o diferenciam de todos os outros materiais, incluindo tipos de plástico, vidro e até metal, já que esse elastômero termoplástico tem uma composição elementar única. E são essas especificidades que promovem sua alta resistência — 250 vezes mais que o vidro e 85 vezes mais que o acrílico, por exemplo.

”Entendido! Mas e a proteção UV?’’

Além das características já citadas acima, a composição única do policarbonato faz com que ele seja amplamente utilizado na fabricação de produtos, por exemplo, óculos de sol. Isso mesmo, sua proteção contra a luz UV nociva do sol é tão eficaz que pode ser utilizada no cuidado de algo tão sensível como os olhos.

Sendo assim, essas são questões que você não precisará se preocupar ao optar por soluções em policarbonato para seu projeto!

Gostou? Esperamos que tenha sido esclarecedor!